Página Inicial  
 
Fale Conosco   Instagram Twitter Facebook Flickr You Tube RSS Feed   Holerite Consultar Informe de Rendimentos Consulta Empréstimo Consignado Webmail
 
   

Sexta-feira, 13 de abril de 2012

LITORAL SUL – Itanhaém faz parte da cultura e da história do país. É uma cidade de grande beleza natural e rica biodiversidade

Segunda cidade mais antiga do país, Itanhaém comemora 480 anos de fundação
Por Secretaria de Governo / Departamento de Comunicação Social
comunicacao@itanhaem.sp.gov.br
 
Itanhaém comemora 480 anos de fundação no próximo dia 22 de abril  

Itanhaém foi fundada em 22 de abril de 1532, sendo a segunda cidade mais antiga do Brasil. Localizada no Litoral Sul de São Paulo, é um município de grande importância histórica e cultural, oferecendo ao turista a possibilidade de conhecer diversos locais que remetem e retratam de forma fiel a sua história.

Confira as fotos da Cidade

Há duas versões para significado do nome da Cidade, proveniente do tupi itá-nha'ẽ: uma afirma que significa pedra que canta, e outra, pranto de pedra ou pedra que chora. O nome é uma referência ao som produzido pela batida do mar sobre as pedras, nas praias do Município.

O povoamento de Itanhaém começou à época das Capitanias Hereditárias, durante a expedição colonizadora comandada pelo português Martim Afonso de Sousa a serviço do Reino de Portugal. Apenas três meses antes, o navegador português havia fundado a Vila de São Vicente, considerada a primeira cidade do Brasil.

Itanhaém foi elevado à categoria de Vila, no ano de 1561, recebendo o nome ‘Vila Conceição de Itanhaém’. Graças às construções da época, que eram de grande porte, conquistou o status de Município.

Durante o período colonial, o litoral paulista era povoado por tribos indígenas, entres as principais, tupiniquins, tamoios e os tupinambás.  A guerra entre os grupos eram constantes, fato que foi aproveitada pelos europeus.  Durante as tentativas dos franceses de invadir o território brasileiro, os tupiniquins se aliaram aos portugueses, enquanto que os tupinambás e os tamoios se tornaram aliados dos franceses.

Em 1563, o navio comandado pelo alemão Hans Staden naufragou em alto mar e o navegador conseguiu nadar até a antiga ‘Vila Conceição de Itanhaém’. Com seu grupo, partiu a pé até a aldeia do cacique Cunhambebe, na região de Mangaritiba, Rio de Janeiro.

Depois, participou de uma expedição de canoa até Bertioga, no litoral paulista, para capturar inimigos, onde tornou artilheiro do Forte São João. Acabou aprisionado pelos índios Tupinambás, mas se utilizou dos seus conhecimentos em medicina para curar o irmão do cacique, que estava muito enfermo, acabando Hans por escapar da morte.

Outro personagem marcante na história do Brasil colonial foi Padre José de Anchieta. Itanhaém também é conhecida como “a terra de Anchieta”, por causa da presença do famoso padre jesuíta na Cidade durante muitos anos da época.  O religioso andou por todo o litoral paulista, catequizando índios, batizando e ensinando.

Para manter vivo esse rico capítulo do país, a Prefeitura criou o roteiro “Caminhos de Anchieta em Itanhaém”, um misto de religiosidade e história contada por meio de tour por alguns pontos do Município.

A Cidade também tem estreita ligação com a cultura. É a terra natal de personagens importantes da cultura brasileira, como os consagrados pintores Benedito Calixto, Alfredo Volpi e Emídio de Souza. No final do século XIX, renomados artistas da Cidade criaram o Gabinete de Leitura, um espaço para atividades artísticas e culturais. Depois de anos desativado, o local foi reconstruído pela Prefeitura em 2011 e voltou a ser palco para cultura e lazer no Município.

Itanhaém também tem o título de “Amazônia Paulista”. O que não é à toa: são cerca de 300 km² de Mata Atlântica e uma bacia hidrográfica de cerca de 912 km de rios, além de toda a diversidade de fauna e flora presente nestas reservas naturais.

O principal rio da Cidade é o ‘Rio Itanhaém’, com vegetação predominante de manguezal, destacando restinga nos afluentes Rio Branco e no Rio Preto, com uma grande variedade de espécies de animais silvestres. Por isso, a pesca é uma das atividades mais importantes da economia do Município, empregando mais de 500 profissionais, além de uma ótima alternativa de lazer.

Outra grande reserva natural de Itanhaém é a Ilha da Queimada Grande, protegida pelo Ibam. Localizada a 35 km da costa continental do Município, é conhecida por abrigar as mais variadas espécies de cobras. O desembarque é proibido devido à presença em grande quantidade do animal, especialmente a Jararaca-ilhoa, que nunca foi encontrada em nenhum outro lugar no mundo. Sua população estimada é de 20 mil a 25 mil serpentes e sua picada pode matar uma pessoa em apenas seis.

E quem pensa que Itanhaém é somente uma cidade litorânea está totalmente enganado. A Cidade também tem uma forte presença na agricultura, com diversas plantações de produtos variados em toda a área rural, além da criação de búfalos. A Microbacia do Rio Branco é onde está concentrada a maior parte da agricultura, com pés de banana, palmito, maracujá, batata-doce, chuchu, berinjela, tomate-cereja, alface e couve.

Uma das celebrações mais antigas de Itanhaém é a Festa do Divino, que envolve religião e folclore há mais de 300 anos. Conhecida por celebrar o Dia de Pentecostes após 50 dias do domingo de Páscoa, o festejo traz uma programação repleta de rituais e costumes: Noite da Soca, Alvorada, Erguida do Mastro e Abertura do Império, Missa Solene, Encerramento do Setenário, Procissão Saída do Império e Procissão do Santíssimo para a Igreja Matriz de Sant’Anna.

Com toda esta riqueza natural, histórica e cultura, Itanhaem tem vários tipos de atrativos turísticos, como igrejas, museus, passeios nas ilhas oceânicas, rios, mata atlântica, itinerários culturais e de lazer para toda a família.

O cartão de visita da Cidade são as belas praias, com suas ótimas balneabilidade durante o ano inteiro.  Entre as mais populares estão as Praias do Sonho, do Cibratel e dos Pescadores, onde o fluxo turístico é intenso.  Durante a temporada de verão e feriados, o Governo Municipal promove diversos eventos, como shows, esportes, aulas de dança, de ginástica e muito mais.

As belezas das praias de Itanhaém serviram ainda de cenário para primeira versão da telenovela Mulheres de Areia, da extinta TV Tupi. Um monumento esculpido pelo ator Serafim Gonzalez está localizado na Praia dos Pescadores, marcando as gravações da novela de grande sucesso nos anos 70.

Em 18 de fevereiro deste ano, Itanhaém recebeu uma inesquecível homenagem. As belezas, as riquezas e os personagens históricos da segunda cidade mais antiga do país foram apresentados, para milhões de pessoas para mais de 120 países no desfile da escola de samba paulistana Pérola Negra. A tradicional agremiação da Vila Madalena encantou o público presente no sambódromo do Anhembi na noite do sábado de Carnaval.

No próximo dia 22 de abril, Itanhaém completa 480 anos de fundação com toda esta imensa riqueza histórica, cultural e natural para o país. Além de um rico passado e presente, o futuro promissor aponta para Itanhaém. A Cidade é pólo aéreo para exploração do pré-sal na Bacia de Santos.

O Aeroporto Estadual de Itanhaém é um dos mais movimentados de São Paulo e Itanhaém é responsável pelo transporte dos funcionários da Petrobrás até a Plataforma de Merluza (184 km de distância da costa paulista) e a Plataforma de Mexilhão (320 km), a 50 minutos de helicóptero

DADOS:

MUNICÍPIO DA ESTÂNCIA BALNEÁRIA DE ITANHAÉM

Localização: Litoral Sul de São Paulo, na região metropolitana da Baixada Santista.
Limítrofes:      Juquitiba, Mongaguá, Pedro de Toledo, Peruíbe, São Paulo e São Vicente.

Distância de outras cidades: São Paulo (110 km); Mongaguá (20 km); Peruíbe (20 km); Cubatão (50 km); e Santos (60 km).

População fixa: 87.053 habitantes, sendo 99,06% de população urbana e 0,94% de população rural (Censo 2010).
População flutuante: 450.000 habitantes (durante a temporada de verão e feriados)
Área:  599,017 km²
Densidade: 145,33 hab/km²
IDH: 0,779 médio
PIB: R$ 710 554,141 mil
PIB per capita: R$ 8 264,47

Padroeira:
Nossa Senhora da Conceição, com data comemorativa em 8 de dezembro.

Acesso ao Município:
A rodovia Padre Manoel da Nóbrega liga ao sistema Anchieta - Imigrantes, com apenas um pedágio até a Zona Sul de São Paulo. A distância é de cerca de 110 Km e pode ser percorrida em cerca de 1 hora e meia.

Principais pontos turísticos:
Convento Nossa Senhora da Conceição, Igreja Matriz de Sant’Anna, Museu Conceição de Itanhaém, Casa do Olhar Benedito Calixto, no Centro Histórico; Gruta Nossa Senhora de Lourdes; Passarela de Anchieta; Cama de Anchieta; Pocinho de Anchieta; Monumentos Mulheres de Areia; Praça do Pescado; Píer do Pescador; Feira de Artesanato; Igreja Nossa Senhora do Sion; Ilhas Oceâncias; Rio Itanhaém; além das praias.

Praias:
São 14 belas praias, distribuídas em cerca de 26 quilômetros de faixa de areia, sendo as principais: Praião (Praia de itanhaém), Praia do tombo (Boca da Barra); Praia da Saudade; Praia dos Pescadores; Praia do Sonho; Praia das Conchas; Praia do Suarão; Praia do Cibratel e Praia do Gaivota.

   
 
 
   
   
 
 
   
  Boletim Oficial
Boletim Oficial do Município
Baixar Wallpaper
Newsletter
 
 
Município     Educação     Serviços     Turismo     Concursos e Editais     Portais
Prefeitura Municipal de Itanhaém
Instagram Twitter   Facebook Flickr You Tube RSS Feed  
Avenida Washington Luiz, 75 - Centro - CEP 11740-000
Telefone: (13) 3421-1600
E-mail: comunicacao@itanhaem.sp.gov.br
Desenvolvido pela Secretaria de Comunicação Social